www.terradospinheirais.tur.br
Terra dos Pinheirais
REGIÃO TURÍSTICA TERRA DOS PINHEIRAIS (PR) - Brasil
A Terra dos Pinheirais   |   Arquitetura   |   Artesanato   |   Colonização   |   Economia   |   Eventos   |   Fatos e Fotos   |   Folclore
Gastronomia   |   Inverno   |   Mundo Rural   |   Música   |   Natureza    |   Nossa Gente   |   Queijo, Uva e Vinho
 
Alterar Município:   
 
o município

CONFIRAM AS FOTOS NO LINK AO LADO: Fotos


A localidade de Guamiranga, segundo dados do IBGE, foi colonizada por volta de 1860, nas localidades de Água Branca e Barreiro, pontos de passagem obrigatórios dos tropeiros. Entre 1890 e 1910, chegaram os imigrantes poloneses, italianos e alemães. Muitos autores descrevem que sua primeira denominação foi Monjolinho, esta denominação segundo alguns moradores mais antigos provem de três monjolos que existiam na localidade. Mais tarde foi elevado a Distrito do município de Imbituva passando a se chamar Natal. Em 1943, pelo Decreto Lei n.º 199 de 30/12/1943 passou a nova denominação de Guamiranga, que permanece até hoje, tornando-se município em 16/11/1995 pela Lei Estadual de nº 11.203/95, com sua instalação oficial ocorrendo em 01/01/1997.


O município é o menor do Território Centro-Sul do Paraná (Território homologado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA) e um dos menores do Estado, com dimensão territorial de 259,63 Km2. O território municipal de Guamiranga se dispõe de forma alongada com direção preferencial noroeste/sudeste. As áreas mais altas estão situadas nos extremos, fazendo com que estas porções se destaquem na topografia. A região central, por sua vez encontra-se em níveis mais baixos, aplainados e mais úmidos.


Quanto a hidrografia, Guamiranga, está localizado no divisor de águas das bacias do Rio Ivaí e do Rio Tibagi. Os principais cursos de água do município que fazem parte da bacia do Rio Ivaí são: Rio Alagadão, Rio Manduri e Rio dos Patos na divisa com o município de Prudentópolis; Rio Lajeadão e Rio Bonito na divisa com o município de Ivaí; e Rio Guamiranga. Os principais cursos de água que compõe a bacia do Rio Tibagi são: Rio Ribeira e Rio Barreiro na divisa com o município de Imbituva.


A população estimada de Guamiranga é de 7.918 habitantes, com grande predominância rural, 79,46% segundo dados do IBGE (2007), sendo a maioria residindo em pequenas propriedades distantes da sede do município. De colonização européia, seus habitantes preservam costumes inerentes a sua origem imigratória (poloneses, ucranianos, alemães e italianos), especialmente os ligados aos hábitos alimentares e alguns costumes.


A principal atividade econômica do município é a agricultura onde os produtos mais importantes são: milho, feijão, soja e fumo. Destacam-se também a bovinocultura de corte e leiteira. Na atividade extrativa, destaque para a produção de erva-mate.


Além da agricultura, há também a importância da produção de tijolos e telhas para o município, com três principais indústrias cerâmicas estabelecidas no território do município.


Integra a Rota das Cachoeiras por possuir muitas quedas d’água e ao ser vizinho da conhecida cidade de Prudentópolis chamada Terra das Cachoeiras Gigantes podendo aproveitar desse mesmo marketing. E também é caminho para Foz do Iguaçú, para onde muitos turistas tem destino e que ao passarem podem parar e apreciar também os atrativos do município de Guamiranga.


Guamiranga possui muitas riquezas naturais em seu território, destacando-se o Salto do Bocó, do Rio Lageadão, o Salto Grande do Rio dos Patos (Salto Barão do Rio Branco), o Salto Nova Boa Vista (Cachoeira da Tibúrcia), do Rio Água Podre, da Água Enxofrada, além de outros pontos turísticos. O município possui também algumas grutas que foram utilizadas pelos Jesuítas.


 

 
agenda de eventos
© 2017 Terra dos Pinheirais - Governança Regional de Turismo - Paraná - Brasil. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Meluco Agência Digital.